LegaBlog

Home / LegaBlog

6 tendências para se reinventar após a pandemia

2020 foi marcado pela pandemia que alterou a vida e a rotina de muita gente. Quando falamos sobre o mercado digital, a dúvida que surge é: o que de fato foram as maiores mudanças? Quais serão os próximos passos a partir daqui?

 

As duas questões acima são muito pensadas, considerando o dinamismo e a imprevisibilidade de um mundo globalizado , que que algo que ocorre em uma parte do planeta, pode afetá-lo como um todo. Pensando nisso, percebemos o quão fundamental a comunicação é, ainda mais depois do home office, que se estabeleceu como um modelo de trabalho para grande parte das empresas. 

2020 foi marcado pela pandemia que alterou a vida e a rotina de muita gente. Quando falamos sobre o mercado digital, a dúvida que surge é: o que de fato foram as maiores mudanças? Quais serão os próximos passos a partir daqui?

As duas questões acima são muito pensadas, considerando o dinamismo e a imprevisibilidade de um mundo globalizado , que que algo que ocorre em uma parte do planeta, pode afetá-lo como um todo. Pensando nisso, percebemos o quão fundamental a comunicação é, ainda mais depois do home office, que se estabeleceu como um modelo de trabalho para grande parte das empresas. 

 

Quais os impactos da pandemia no digital

Durante a pandemia, o mercado digital teve suas transações comerciais mantidas, graças aos canais de venda online. De acordo com dados do movimento Compre&Confie, foram mais de 20 milhões de novos consumidores que compraram pela internet pela primeira vez, só no Brasil. 

Esse crescimento promete não parar e, por isso, as empresas devem estar preparadas para atender esses novos clientes. Isso se torna uma necessidade, muito além de uma escolha. Se não existe preparo, é essencial fazer investimentos em tecnologia para não ficar para trás em um espaço tão competitivo. 

 

As empresas que estavam preparadas para passar por uma crise, se não possuíam a tecnologia necessária, tinham em mãos uma reserva de emergência. Assim, a pandemia acabou se tornando na verdade uma oportunidade de investimento nessa área, para seguir realizando vendas e mantendo seu relacionamento com os consumidores. 

 

O que mudou no comportamento dos consumidores?

 

Com a pandemia, a rotina das pessoas mudou completamente. Até mesmo aqueles que não pretendiam adotar novos hábitos, precisaram se adequar a uma nova realidade. 

 

além de todo o cuidado com a saúde e segurança, o aumento na quantidade de lives, eventos online, reuniões por chamada de vídeo e links enviados por mensagem, exigiram das pessoas disciplina para conseguir administrar o tempo e conciliar as atividades e a atenção para família, amigos e até mesmo o próprio entretenimento. 

 

Pensando nas empresas, essa mudança toda apresenta um desafio, pois no pós-pandemia, a atração dos consumidores deverá ser conquistada com um refinamento muito maior, visto que agora, mais do que nunca, eles estão muito mais seletivos e antenados. 

 

6 tendências para se reinventar pós-pandemia

Insights e oportunidades podem ser identificadas ao fazermos uma análise de todas essas mudanças no comportamento dos consumidores. Veja quais são as principais: 

  1.  
  2. Aumento no consumo online

Antes mesmo da pandemia, o volume de consumidores que faziam compras pela internet já era grande. A comodidade de realizar suas compras apenas com poucos cliques, sem sair de casa era e continua muito atrativa. 

 

Durante a pandemia essa realidade apresentou um aumento considerável, possibilitando a entrada de muitos empreendedores no mercado digital, através de investimentos em plataformas para potencializar o seu número de vendas e garantir melhores resultados, dentro de um mercado que é tão concorrido. 

  1.  
  2. Atendimento online

O investimento em inteligência artificial passou a ser um fator importante após o aumento no consumo pela internet. Chatbots, URA bots e automação de processos, são alguns exemplos. 

Essa tecnologia toda permite realizar uma triagem no atendimento e diminuir a necessidade de mão de obra humana. Elas entendem textos, imagens, documentos, podem fazer cadastros, emitir notas fiscais e até mesmo fazer identificação de voz. 

  1.  
  2. Consultorias 

As empresas que não possuem tecnologia e não estão adaptadas ao mercado digital, podem investir em consultorias. Em muitos casos, a contratação de empresas especializadas pode ocorrer. 

  1.  
  2. CS e UX 

Dois pontos de grande importância nesse processo são o CS (Customer Success - Sucesso do Cliente) e o UX (User Experience - ExperiÊncia do Usuário) , ainda mais se considerarmos o aumento nas interações e no atendimento online. 

Dessa forma, a ferramenta utilizada para interagir com os clientes deve estar preparada para oferecer a experiência mais agradável e satisfatória possível para garantir os resultados desejados. 

 

  1. Marketing Digital 

Com o aumento do consumo e a interação na internet, as estratégias de Marketing Digital nunca foram tão necessárias. O uso delas pode levar os clientes a efetuar uma compra através de um site ou aplicativo e garantir ótimos resultados. 

Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Kantar, com mais de 25 mil pessoas, as redes sociais tiveram um aumento de 40% no uso desde o início da pandemia. Isso, por si só, já mostra a importância de um investimento em Marketing Digital.

 

  1. Humanização

Durante o período de isolamento foi possível notar a importância da humildade e confiança para se manter no mercado digital. Em situações adversas, é necessário entender que, dependendo dos casos, o ideal é mudar, desconstruir ideias e estar aberto para mudanças.

 

Com a tecnologia e a era digital, o encurtamento na relação entre marcas e pessoas ficou ainda mais evidente. São diversos canais disponíveis. Por isso, a empatia, humanização e inclusão, são primordiais e grandes diferenciais para uma empresa no mercado digital

 

Isso porque é necessário criar um ambiente de confiança entre a marca e os clientes e, para isso, as empresas devem imprimir seus propósitos da melhor forma possível. 

 

Curtiu o conteúdo? Então acompanhe mais conteúdos nas redes sociais da Legatto e conte com a gente para incluir sua empresa no mercado digital! 

 

Até mais :)

A vez da News

A Newsletter é um tipo de email informativo com disparos recorrentes que aborda diversos assuntos e geralmente apresenta as últimas notícias e destaques de um período. 

Sendo um dos formatos mais comuns de email marketing, a news é considerada um dos primeiros passos para a promoção de ações nesse canal. 

Continuar lendo

Como o SEO do meu site pode competir com os sites maiores?

Para as grandes empresas, o que não falta é investimento para marketing e geração de visibilidade para suas marcas. Olhando assim de longe, competir com elas pode parecer inviável, mas nem sempre é assim. 

O Marketing Digital é um recurso muito democrático, ou seja, qualquer tipo de porte de negócio pode ter sucesso, desde que suas estratégias estejam bem definidas. Quando falamos em SEO, isso ganha ainda mais força, pois estamos falando de algo que independe de investimento. 

Tudo o que é necessário dentro do SEO, é a percepção de oportunidades que existem para os pequenos negócios e sites, que os grandes geralmente não têm acesso ou aproveitam.

Continuar lendo