LegaBlog

Home / LegaBlog

Marketing de Comunidade: por que é bom para os negócios e como colocar em prática

Você já deve ter recomendado um produto ou serviço aos amigos ou alguém da família, dizendo que era muito bom, valia a pena, tinha qualidade etc. Todos nós temos preferências, algo que move nossas vontades e nos faz escolher uma marca no lugar de outra. Em relação a algumas marcas, podemos nos sentir até parte de um determinado grupo - as pessoas que só usam X ou Y...

 

Você já deve ter recomendado um produto ou serviço aos amigos ou alguém da família, dizendo que era muito bom, valia a pena, tinha qualidade etc. Todos nós temos preferências, algo que move nossas vontades e nos faz escolher uma marca no lugar de outra. Em relação a algumas marcas, podemos nos sentir até parte de um determinado grupo - as pessoas que só usam X ou Y...

 

Mas, afinal, isso nos torna parte de uma comunidade? Ou apenas um consumidor satisfeito de determinada marca? Você se sente parte de uma comunidade de pessoas que usam esse mesmo produto?

 

O Marketing de Comunidade é uma estratégia que serve para engajar os consumidores, aproximando-se dos seus clientes por meio de ações como a criação de fóruns on-line e a realização de eventos. Além de fidelizar a clientela atual, o objetivo é conhecer a opinião dessas pessoas para melhorar cada vez mais os produtos e serviços oferecidos.

 

Já viu aqueles fãs da Apple que fazem fila para comprar o mais recente IPhone? Esse comportamento vai além da satisfação dos clientes: denota a existência de uma comunidade na qual pessoas compartilham sua paixão pela empresa e se sentem parte do mesmo círculo.

O Marketing de Comunidade costuma ser dividido em duas categorias: 

 

Marketing de comunidade orgânico - é quando os clientes interagem por conta própria, sem ser por iniciativa da empresa. Essas pessoas trocam informações, criam fóruns e marcam encontros com o objetivo de conversar sobre a sua empresa, produtos e serviços. É importante estar atento ao nível de satisfação dessas pessoas e ao que é discutido nesses espaços. 

 

Marketing de comunidade patrocinado - nesse caso há o envolvimento da empresa, que faz um investimento de tempo ou dinheiro para agregar os clientes em uma comunidade. A vantagem aqui é ter mais controle sobre quem participa e o que é discutido.

Mas como chegar lá? Saiba como começar a fazer Marketing de Comunidade em 4 passos:

 

1. Tenha um propósito bem definido - Se você tem apenas um produto e não tem algo a mais que faça com que as pessoas se conectem com sua empresa, criar uma comunidade será mais difícil. Uma dica é olhar para dentro de você e lembrar de quando idealizou a sua empresa: naquele momento, certamente você pensou em resolver algum problema do seu cliente ou viu alguma oportunidade no mercado. Essa ‘dor’ do seu cliente pode ser o melhor ponto de partida para criar um propósito forte.

 

2. Faça um produto viável mínimo - Se você já tem uma base grande de clientes, não comece a implementar o Marketing de Comunidade com todos eles logo no início. O melhor é fazer um produto viável mínimo (minimum viable product, ou MVP), com os melhores consumidores, os mais engajados. Assim você conseguirá feedbacks melhores para validar toda a ideia da comunidade.

 

Esses clientes vão servir como modelos para os demais, então nada melhor do que serem os seus melhores clientes. Entenda como eles interagem dentro da comunidade e do propósito que você criou. Valide a ideia, o propósito e o formato antes de escalar a proposta para o resto dos seus clientes.

 

3. Engaje as pessoas dentro da comunidade - Engajar as pessoas dentro da comunidade é, com certeza, o maior desafio desse projeto. Existem diversas táticas que podem ser usadas, mas as mais objetivas são essas aqui:

 

Crie um ciclo de gatilho, rotina e recompensa - Esse ciclo é o princípio mais básico de qualquer estratégia de engajamento, e não somente falando de comunidades. Uma das formas é criar eventos periódicos dentro da sua comunidade que recompensem seus clientes por participarem.

 

Gamificação – As pessoas adoram jogos, e seus clientes também! - Transforme atividades em desafios e jogos para seus consumidores competirem uns com os outros. Não se esqueça de sempre recompensar os participantes e ganhadores.

 

Crie um ambiente onde seus clientes possam interagir - Trocar experiências é uma maneira extremamente eficiente de você diminuir a quantidade de tickets e chamados de dúvidas abertos dentro da sua plataforma, inclusive fortalecendo o relacionamento entre seus clientes; podem até nascer iniciativas de novos negócios ou produtos dentro da sua comunidade.

 

4. Escale a sua comunidade

Agora que você já validou seu propósito, o formato e as estratégias de engajamento, é hora de escalar a sua comunidade: peça aos membros da sua comunidade indicarem pessoas que eles acreditam ter mais afinidade com o que eles criaram junto com você. Mas vá fazendo em etapas para não correr o risco da cultura que você criou ser engolida por uma massa de clientes que ainda não entenderam o que foi construído.

 

Por que investir em marketing de comunidade?

Ter uma comunidade forte ao redor da sua empresa faz com que os clientes se sintam parte do seu negócio e queiram ajudá-lo a crescer. Eles fazem isso auxiliando os novos consumidores com suas dúvidas por meio de um fórum on-line, indicando novos clientes ou até mesmo com feedbacks mais frequentes e sinceros sobre o seu produto. Em resumo, eles viram embaixadores da sua marca.

 

Já para empresas que estão começando agora, há a vantagem de poder educar seu cliente desde o começo e criar esse círculo ao redor do produto desde cedo. Afinal, seus primeiros clientes podem ser os seus melhores. O que importa realmente é que a comunidade estabeleça um vínculo forte entre empresa e clientes. Para colocar a mão na massa e criar seu Marketing de Comunidade, fale com a Legatto. 

17/06/2022

Hero, Hub, Help: estratégia de conteúdo para + resultados

Os 3Hs (Help, Hub e Hero) são uma metodologia para gerar conteúdo de valor, de acordo com as fases do funil de vendas

Continuar lendo

10/06/2022

Sabe como gerar mais oportunidades de vendas? Marketing Digital!

Marketing Digital não se resume a seguidores e curtidas. Redes sociais e sites devem ser usados de forma estratégica

Continuar lendo