LegaBlog

Home / LegaBlog

Social Media: o profissional que cuida de todos os canais digitais do cliente

Estudo de persona, foco no resultado, planejamento e acompanhamento das melhores técnicas e estratégias para que o cliente alcance seus objetivos no Marketing Digital: essas são algumas das atribuições do Social Media, profissional indispensável em uma agência de publicidade. Saiba mais sobre esse trabalho essencial para o sucesso dos negócios na entrevista com Giovana Dodorico, Social Media da Legatto!

Qual sua formação e como você chegou à Legatto? 

 

Sou formada em Publicidade e Propaganda pelo UniAnchieta e Gestão de Eventos pela Fatec Jundiaí. Cheguei na Legatto como estagiária de atendimento. Foi minha primeira experiência na área de Publicidade e depois de um tempo tive a oportunidade de passar a ser estagiária de Social Media, foi quando me encontrei de verdade. No fim do contrato tive o prazer de ser efetivada e até hoje sigo no Marketing Digital com a Mari (Mariana Silva, Coordenadora de Marketing Digital da Legatto) sendo minha mentora em tudo.

 

 

Por que é importante para as marcas ter uma presença nas redes sociais? 

 

Hoje em dia, você tem tudo o que precisa na palma de suas mãos. Quando está perdido, entra no Waze, quando quer se comunicar com uma pessoa do outro lado do mundo, usa o WhatsApp e quando fica sabendo de um restaurante bacana, por onde você o procura? A primeira coisa que fazemos é pesquisar nas redes sociais para conhecer melhor um local, um comércio, ou uma marca. As redes sociais conseguem fazer com que sua marca ultrapasse fronteiras, que sua marca seja vista! E se engana quem pensa que é só o Facebook e o Instagram. Temos redes sociais para qualquer tipo de negócio. Podemos resumir tudo isso em: as pessoas estão nas redes sociais cada dia mais, e você deve anunciar onde as pessoas estão.

 

 

Para as empresas, fazer um post só de vez em quando adianta alguma coisa?

 

Quem não é visto, não é lembrado! É clichê, mas é real. Quando uma marca posta 1x ao dia no feed, e está o dia inteiro interagindo nos stories, as chances de vendas são bem maiores. Como? Vou te dar um exemplo: todos os dias a caminho do seu serviço, você vê o post da Farmácia do Zezinho. Sempre reforçando um diferencial deles: eles atendem 24h, eles têm delivery, eles vendem os remédios x y e z. Isso não vai fazer você parar tudo o que você está fazendo e ir comprar um desodorante lá no mesmo minuto, vai? Mas quando você estiver se sentindo mal, de madrugada, na cama da sua casa, onde você vai ligar para levarem um remédio para você? Aposto que será na Farmácia do Zezinho! E a farmácia do seu bairro? Você nem vai lembrar dela! Por isso, uma empresa sempre deve estar ativa nas redes sociais. Mas calma lá, não seja muito repetitivo porque as pessoas cansam, viu? Seu post começa a ficar chato e monótono, não chama atenção e ninguém nem vai dar bola. Como fazer postagens de forma agradável e estratégica então? Só chamar a Legatto que nós te ajudamos com isso! 😉

 

 

Como você se organiza para fazer os posts e acompanhar a rede social, que é frenética? 

 

Eu acredito que para a minha geração virou uma coisa “normal” passar horas nas redes sociais, mesmo sabendo que não é uma coisa muito saudável de se fazer. Para nós, é comum passar horas vendo stories no Instagram, o dia vendo vídeo no TikTok, se livrar do tédio vendo memes no Facebook ou até mesmo acompanhar as tretas do Twitter. Então se você tiver a inteligência de seguir pessoas relevantes nas redes sociais, é bem mais fácil conseguir se organizar e ter insights ótimos, tanto para os clientes, quanto para você mesmo.

 

 

Qual a parte mais difícil de lidar com redes sociais? Já passou algum perrengue?

 

Quando se trata de redes sociais, a resposta mais comum sempre será: DEPENDE. 

 

Qual o melhor dia para postar nas redes sociais? Depende. Qual o melhor horário para gravar stories? Depende. Em quais redes sociais minha marca deve estar presente? Depende. Isso é a coisa que eu vejo como a mais difícil, não ter uma resposta precisa sem antes saber e conhecer cada detalhe daquele assunto. Tudo depende da sua marca, do seu público-alvo, da sua linguagem, do seu produto, em qual localidade você está etc. As redes sociais mudam a cada minuto, o mundo muda, e as pessoas surfam na mesma onda. Lembram quando o Orkut e MSN bombavam? Quem diria que um dia ninguém mais ia usar essas redes sociais? Ou será que vamos voltar a usar? O Orkut recentemente lançou um comunicado misterioso sobre o seu futuro, mas o que realmente vai acontecer? Não sabemos! O Snapchat é outro exemplo de rede social que estava fervendo em meados de 2016, mas com a chegada dos stories no Instagram, logo esfriou e caiu no esquecimento. Hoje em dia, Snapchat ainda é bem usado nas terras do Tio Sam, mas aqui no Brasil é muito raro encontrar alguém que ainda use como antes. Os perrengues sempre acontecem, é apagão na cidade, é ferramenta que trava, é o Instagram mudando suas diretrizes a cada segundo, programação que não programa e eu poderia ficar aqui até amanhã citando outros perrengues. A gente se desespera, mas o que importa é o aprendizado (kkkkkkrying).

 

 

Como você vê o futuro das empresas nas redes sociais, com a chegada do Metaverso?

 

Depende (hahaha). O Metaverso é uma coisa muito inovadora e recente, não conseguimos ainda saber como serão os próximos anos em relação a isso. Se as pessoas vão aderir ao Metaverso assim como se espera e se vai realmente vingar. Primeiro precisamos analisar o comportamento dos usuários da nova rede social para aí sim, palpitar em algo. O Metaverso é real, isso não se pode negar, mas vivemos em uma realidade em que ainda estamos engatinhando em vídeos curtos como Reels e TikTok para empresas, temos bastante o que estudar com a chegada dessa nova Realidade Virtual.

 

17/06/2022

Hero, Hub, Help: estratégia de conteúdo para + resultados

Os 3Hs (Help, Hub e Hero) são uma metodologia para gerar conteúdo de valor, de acordo com as fases do funil de vendas

Continuar lendo

10/06/2022

Sabe como gerar mais oportunidades de vendas? Marketing Digital!

Marketing Digital não se resume a seguidores e curtidas. Redes sociais e sites devem ser usados de forma estratégica

Continuar lendo